Fala HUlk: «Fui muito prejudicado»

Quando lhe perguntam se a equipa podia ter feito melhor do que fez nos últimos três meses, na sua ausência por castigo, Hulk não encontra uma resposta definitiva: «O F.C. Porto não é só o Hulk. Neste plantel todos são importantes. A equipa tem sempre jogadores suficientes para jogar e para ganhar. É verdade que os resultados não correram bem, mas não sei se isso tem a ver com a minha ausência.»

Depois, uma palavra de esperança sobre a corrida ao título: «Tudo é possível, faltam ainda sete jogos.»

Quanto à sua condição física para jogar 90 minutos frente ao Belenenses, depois de uma longa paragem, Hulk relativiza: «Nenhum jogador consegue estar no seu máximo quando passa três meses sem jogar. Tenho muita vontade e acho que essa vontade pode ajudar.»