«Antes de nos juntarmos no Inter, o José e eu não nos conheciamos pessoalmente e a nossa relação era um bocado tensa», recorda Etoo, em declarações no «Sun», sobre as várias trocas de palavras e provocação entre ambos quando o camaronês jogava no Barcelona.

«Acho que até disse que nunca jogaria num clube onde José Mourinho fosse treinador. Mas hoje o José é um amigo. É uma grande honra voltar a trabalhar com ele», diz.