Queiroz: convocados para jogo com a China têm um pé no Mundial

Carlos Queiroz ainda não dá a presença do guarda-redes do Chelsea como garantida, não faz isso, aliás, com nenhum atleta, mas lembra que Hilário traz características próprias que são necessárias no grupo nacional. «O Hilário é um guarda-redes com muita experiência», lembra o seleccionador nacional

«Tem muitamuita maturidade e está muito batido naquela situação peculiar de sair do banco e ter de responder com eficiência a situações difíceis. O Mundial é uma prova difícil, muito complexa, por isso precisamos de atletas com maturidade e que não fujam a essa responsabilidade. O Hilário traz isso consigo.»

«Estamos melhor de guarda-redes do que há dois anos»

De resto, e mesmo assumindo que Hilário vai estar no Mundial, sobra um lugar de guarda-redes em aberto entre os que seguirão para a África do Sul. Carlos Queiroz afirma-se tranquilo, porque não faltam soluções. «Nesse aspecto estamos muito melhores hoje do que estávamos há dois anos», referiu.

Queiroz: «Espero por Deco, Pepe e Bosingwa até um certo ponto»

«Temos guarda-redes numa linha de progresso fantástico, como o Rui Patrício. Temos o Beto que acreditamos poder vir a ser um dos grandes guarda-redes no futuro. Temos o Daniel Fernandes que voltou a jogar, o Iraklis estava na zona de descida e partir do momento em que ele chegou subiu para meio da tabela.»