Quim Machado foi apresentado esta terça-feira como novo treinador do Tondela. Despedido do Lechia Gdansk no final de Setembro, o técnico será o substituto de Carlos Pinto, demitido na sequência da goleada sofrida frente ao Sporting da Covilhã (4-0). Tanto ele como o presidente se mostram em sintonia no que toca ao objetivo de «tocar com a mão no céu que é a Liga».

«Não podemos ter medo desse desejo, precisamos é de passar essa mensagem aos jogadores para que também eles não tenham medo de assumir o risco», referiu o novo técnico do emblema tondelense. Para Quim Machado, «o mais importante nesta fase é mudar a questão mental». A equipa, recorde-se, terá um importante jogo frente ao União da Madeira, em casa, já no próximo sábado.

Quim Machado, que terá Migueli (Miguel Ângelo Borges Correia) como adjunto, Tiago Oliveira como preparador físico e Paulo Cadete como treinador de guarda-redes, confirmou que este é um projeto bem ao seu gosto: «Estava de férias na Alemanha, o presidente ligou-me, meti-me num avião e vim porque é um projeto à minha imagem. Sem medo nenhum», afirmou o treinador de forma perentória.

O Tondela, importa lembrar, encontra-se nesta altura na 12ª posição da Liga 2, com 14 pontos a oito do líder Freamunde.