«Encaramos o Leixões como uma equipa grande. As equipas são grandes pelas exibições que fazem. O Leixões, actualmente, é uma equipa grande. Pela forma como joga, pela confiança que coloca em campo», disse o técnico espanhol. «É um jogo importante. É um adversário que tem sido muito incómodo ao longo da época. Temos um pequeno espírito de vingança, pelo jogo da taça. Estamos dispostos a manter os bons resultados que temos alcançado em casa, sabendo que vai ser um jogo complicado», acrescentou.

O Benfica ainda não venceu qualquer jogo na presente edição da Liga com uma reviravolta. Sempre que o primeiro golo do encontro é apontado pela equipa adversária, as «águias» falham a conquista dos três pontos. Quique Flores diz que essa é uma questão mental, herdada do passado.

«O clube passou por momentos difíceis. Não é uma equipa dominante, de ânimo fortalecido. Ressente-se dos golpes. Estamos a trabalhar para que isso mude», disse o técnico, em conferência de imprensa.