«Estive a ver os quatro jogos da Champions, fui mudando de canal. Quando vi que o Sporting tinha perdido por um resultado pesado, a primeira coisa que fiz foi colocar-me no lugar de Paulo Bento. O futebol muitas vezes é injusto para um treinador que está a fazer um trabalho extraordinário há três anos e que teve de dar a cara por um resultado muito pesado para o qual, de certeza, que não estava à espera», começou por destacar.

Mesmo tendo em perspectiva a final da Taça da Liga, que está marcada para a próxima semana, o treinador garante que não teve «nenhum sentimento positivo». «Colocando-me na sua pele, penso que foi injusto. Daqui lhe digo que siga com ânimo e mantenha o respeito competitivo que sempre teve. O Paulo passou por Espanha com uma educação e uma honra à profissão muito agradável. Este jogo não vai contar para final, foi um acidente, lamento pelo Paulo Bento», acrescentou.