«Temos de entrar concentrados e com vontade de vencer o jogo, isso é mais importante. Sabemos que vai ser um jogo difícil e queremos vencer», começou por referir antes de destacar as prioridades para o jogo de sábado. «Estamos preocupados em primeiro lugar com os três pontos, tivemos exibições muito boas em que não conseguimos os três pontos, agora temos de pensar mais nos três pontos do que talvez na exibição. É nisso que estamos focados. Se for um jogo de paciência ou não, só no jogo é que podemos ver», acrescentou.

Apesar de ter treinado à parte dos seus companheiros esta terça-feira, o médio está a atravessar um bom momento como deixou claro no passado domingo frente ao E. Amadora. «Tento fazer o meu trabalho no dia a dia, as coisas estão a correr bem, espero que possa contagiar os meus colegas com o meu trabalho para fazermos um grande jogo no Estádio do Dragão», comentou.

Apesar da pressão para a conquista dos três pontos, o médio diz que encontrou um grupo tranquilo e um ambiente familiar. «Agora com mais estágios o ambiente torna-se diferente, mais familiar do que no início. Ao princípio é sempre mais complicado, mas agora as caras já são mais conhecidas, está-se a tornar uma grande família», referiu.

Para o jogo com os suecos ficar mais fácil, Raul conta com o apoio dos adeptos no Estádio do Dragão. «Continuem a apoiar a selecção, acreditem em nós, vamos fazer tudo para vencer o jogo e estar no Mundial», destacou ainda.