Os espanhóis aumentaram o lucro na venda de bilhetes em 5,5 por cento, até aos 520 milhões de euros. Números impressionantes.

No segundo lugar está, uma vez mais, o Manchester United. Os ingleses ainda não publicaram o registo financeiro relativo à última temporada, mas a revista não prevê grandes alterações no cenário dos «red devils».