No final do encontro, o defesa pediu desculpas em várias direcções. «Peço desculpa a todos os adeptos do futebol. As pessoas sabem que eu não sou assim. Peço desculpas a todos, e sobretudo ao Casquero. E à sua família também. E aos nossos adeptos. Não foi uma boa atitude», disse o internacional português.

O jogador explicou ainda que estava de cabeça perdida por entender que, na jogada anterior, tinha ficado por marcar uma grande penalidade a favor do Real Madrid. «Houve falta sobre o Higuaín. O Casquero aparece isolado, eu chego tarde, senti-me impotente e fiz grande penalidade. Foi tudo muito rápido e perdi a cabeça. Estive mal, muito mal», explicou.

Pepe arrisca agora um castigo pesado. No relatório de jogo, o árbitro refere que o internacional português foi expulso por «empurrar um adversário numa situação clara de golo» e que depois, «deu um pontapé ao jogador que sofreu a falta e um murro a um adversário». Pepe terá ainda dirigido insultos ao quarto árbitro, de acordo com o relatorio divulgado pelo jornal «As», que refere ainda que o jogador regressou ao terreno de jogo (algo que não podia fazer) para comemorar o terceiro golo.

Veja o lance: