Daniel Ramos, treinador do Rio Ave, depois da derrota diante do Benfica (2-4), no Estádio da Luz, em jogo da 16.ª jornada da Liga:

[Análise ao jogo]

- Tenho de enaltecer a capacidade que a equipa teve de vir aqui e jogar o jogo pelo jogo. Segundo aspeto a destacar, a capacidade da equipa para fazer golos e criar oportunidades. O Benfica, claro está, também conseguiu criar-nos dificuldades. Acho que fizemos um jogo bem conseguido, basta ver as oportunidades de golos que tivemos. Na segunda aparte tivemos mais oportunidades do que na primeira e não conseguimos fazer nenhum golo.

[Teve pouco tempo para preparar este jogo, o que o levou a optar por dois avançados?]

- Escolhi a equipa tendo com conta as características dos jogadores que tinha disponíveis. Tivemos sete jogadores limitados, que não puderam fazer parte. O 4x4x2 pode ser para manter, é possível, mas vamos ver. Fiquei agrado com o que vi, os avançados tiveram oportunidades. Tudo me leva a crer que pode ter continuidade.

[A vencer por 2-0, acreditou que podia vencer?]

- Quem tem a ambição de querer ganhar, tem sempre a ambição de marcar golos. Uma vantagem de 2-0 dá-nos a aspiração de querer vencer. Mas em jogos intensos e equilibrados como estes, o pormenor faz a diferença. O resultado podia ter sido diferente. Podíamos ter ido para o intervalo em vantagem e o jogo teria sido com certeza diferente. Na segunda parte, o pormenor novamente fez a diferença. A primeira equipa que podia ter ficado em vantagem foi o Rio Ave. Tivemos duas oportunidades no início da segunda parte. Depois do Benfica fazer o 3-2, tivemos uma oportunidade de fazer o 3-3 e o Benfica fez o 4-2. Isto leva-me a crer que o desfecho final podia ter sido diferente. Uma certeza: o Rio Ave irá ser mais vezes a equipa que mostrou ser hoje. Se revelar este lado organizacional, vai fazer uma segunda volta condizente com o valor destes jogadores, que é muito grande.

[Que meta é que estabelece para este Rio Ave?]

- A primeira grande meta é vencer. A equipa precisa de uma vitória para elevar os índices de confiança. Hoje demos uma resposta muito boa. O segundo objetivo é depois subirmos na tabela classificativa para correspondermos às expetativas do clube. Queremos fechar bem a segunda volta, estamos num crescendo e vamos terminar bem.

[Tinha dito que queria pontuar, se possível ganhar. O que falhou?]

- A intenção de virmos para pontuar acho que ficou demonstrada. Depois de estarmos em vantagem, mais ainda. Pena foi alguma falta de rigor na primeira parte que nos levou a que chegássemos ao intervalo com um 2-2. Pareceu-me a mim que estávamos bem organizados. Se continuássemos a fazê-lo as probabilidades de termos um resultado mais positivo na primeira parte era maior. Vamos rever o jogo para que a equipa possa ter respostas daqui para a frente.