Agora, amigos, amigos, pontos à parte. «O Sporting tem jogadores na frente que desequilibram, mas acreditamos na força do nosso colectivo para podermos vencer. É preciso muita atenção e fazer valer o nosso jogo», afirmou o central maritimista.

Para este brasileiro, sexta à noite «será um jogo especial». «É sempre um prazer rever o mister que me lançou e com quem tive êxito no Vitória. Mas claro que espero ganhar, pois o Marítimo precisa de um bom resultado para moralizar a equipa e os adeptos. Contra um grande como o Sporting, é uma boa ocasião para passar esta fase menos conseguida».

Para o defesa, «a equipa está a trabalhar bem». «Temos um bom plantel, com qualidade, mas infelizmente os resultados têm sido frustrantes. Tem faltado sempre algo, mas esperamosque já neste próximo jogo possamos ser mais eficazes e concluir as oportunidades criadas».

E concluiu: «Esta é uma partida fundamental pois temos confiança que podemos terminar o campeonato numa posição melhor e digna do Marítimo. Ainda faltam muitos jogos e muita coisa pode acontecer. Cada jogo é uma etapa e esta é mais uma. E a equipa continua motivada, apesar da situação não ser confortável.»

Maritimistas trabalham nos Barreiros às 20h15

Mitchell Van der Gaag vai continuar a preparar a recepção do Sporting, na próxima sexta-feira às 20h15 nos Barreiros. Hoje haverá mais duas sessões de trabalho: às 10h ( em Santo António) e 20h15. Esta última será uma clara adaptação à hora do jogo. Hoje, Gaag e Bruno estiveram numa acção de formação da FPF. Tito, João Luíz e Fernando estiveram condicionados.