No final da partida quis saber-se o que o levou a mudança tão radical, mas Rodriguez não abriu o jogo. «Foi uma coisa tranquila, nada de mais», garantiu, adiantando esperar que a mudança lhe traga sorte: «Espero que seja uma boa etapa.» A começar já em Old Trafford?. «O importante é descansar e no dia do jogo com o Manchester ver-se-á.»

Da viagem ao Uruguai para os compromissos da selecção, Rodriguez regressou com um enorme cansaço. Por isso em Guimarães jogou apenas nos minutos finais. «Cheguei na sexta-feira e era muito difícil jogar os noventa minutos. Temos de estar preparados para jogar 40, 60 ou 90 minutos. Calhou-me jogar 20 e estou contente por isso», disse.

O mais importante, acrescentou, é que a equipa venceu. Deu um passo de gigante rumo ao título, mas ainda não aceita falar do título. «Ainda não se pode dizer que o F.C. Porto é campeão nacional. Ainda faltam alguns jogos para jogar e é preciso mantermo-nos tranquilos e continuar a trabalhar com humildade. Vamos tentar não perder pontos.»