Segundo informações da imprensa romena, Corpodeanu terá recebido perto de 12 mil euros mais seis garrafas de vinho de colecção e uma de whisky para favorecer o Arges no jogo com o Valsui. Já Savaniu teria aceite cerca de 4.000 euros para favorecer o mesmo clube contra o Universidade de Craiova, mais 2.500 para o jogo frente ao Otelul.

Um observador da Federação e mais dois juízes estão também a ser investigados. Recorde-se que Cornel Penescu e Gheorge Constantin, ex-presidente da Comissão Arbitral, estão também à espera de ser julgados por corrupção.