Um golo precioso do antigo central do Nacional, marcado aos 77 minutos, que permite ao Rapid saltar para o terceiro lugar da classificação, a um ponto do FC Unirea e a quatro do líder Dínamo Bucareste.

Um golo muito festejado por toda a equipa, uma vez que o Rapid, na altura, estava reduzido a dez por expulsão de Constantin logo no início da segunda parte. Um jogo duro que contou ainda com nove cartões amarelos.

No outro jogo desta sexta-feira, o Vaslui de Hugo Luz, sétimo classificado, bateu o Politechnica Iasi (2-0), 15º classificado, com dois golos de Farkas.