Na quinta-feira passada, a equipa reuniu-se em casa de Diego Forlán, para um jantar. Os ladrões aproveitaram e partiram o vidro da carrinha de Lugano. Roubaram uma bolsa com um telemóvel de última geração, dinheiro, documentos, entre eles os passaportes italiano e uruguaio, e um livro.

Sem documentos, e antes da Copa América, Lugano pensou logo que tinha de ir tratar de toda a papelada, de modo a não haver qualquer problema, até porque iria andar a viajar.

Porém, durante madrugada, recebeu um telefonema de um senhora que lhe explicou que alguém lhe bateu à porta e que, quando saiu para ver quem era, encontrou a dita bolsa. Quando se deparou com o conteúdo, tirou os contactos e conseguiu ligar para Lugano.

O defesa partiu de imediato para casa da mulher e, para surpresa de Lugano, conseguiu recuperar tudo, inclusive o dinheiro! Valeu-lhe, com certeza, ser um dos ídolos dos «hinchas» uruguaios e, no meio de tudo, só teve mesmo de meter um vidro novo na porta da carrinha.