«Ele agora vale quatro milhões, mas daqui a três ou quatro meses pode ser ainda uma maior valia para os cofres do Nacional», adiantou o líder dos insulares, confirmando o interesse do Lokomotiv e também do F.C. Porto e do Benfica.

«Institucionalmente, nenhum desses clubes nos comunicou esse interesse, mas tenho sido abordado por alguns empresários alegadamente mandatados pelo Porto e Benfica. Sinceramente, não acredito que algum deles tenha capacidade para pagar aquilo que o Nené vale. E eles gostam mais do mercado argentino e brasileiro.»

Sobre a Taça de Portugal, Rui Alves referiu que o Nacional está agora «com pé e meio» na final do Jamor. «Se mantivermos todos os nossos activos e eliminarmos o P. Ferreira, vamos à final com as mesmas possibilidades do outro candidato. Mesmo que esse candidato seja o F.C. Porto.»