encarnados

«Estamos a falar de dois jogadores que têm muitos anos de casa, são os mais antigos, são os capitães e é evidente que o Benfica tem todo o interesse na sua continuidade. O que falta? Falta acertar as coisas e nada mais do que isso», assegurou o director desportivo, confirmando «que há interesse de ambas as partes».

Construir uma equipa alicerçada na antiguidade não é uma prioridade para Rui Costa, excepto em casos como o de Nuno Gomes e Luisão, em que a valia de ambos vai ao encontro da necessidade de permanecerem no clube. «Eu pretender a continuidade de certos jogadores não é só pelo facto de terem muitos anos de casa, é por aquilo que dão no presente e possam dar no futuro ao Benfica. Nos casos concretos do Nuno e do Luisão, além dos anos de casa, são jogadores cuja qualidade merece que nós pensemos que a sua continuidade é importante.»