Com Danny e Fernando Meira no «onze», o Zenit inaugurou o marcador logo aos oito minutos, por intermédio de Zyrianov. Logo aos quinze minutos o Khimki ficou reduzido a dez elementos, por expulsão de Khozanov. Semshov dilatou a vantagem do Zenit aos 28 minutos, mas os visitantes reduziram ainda antes do intervalo, por intermédio de Maksimov (45m).

Já no segundo tempo a equipa orientada por Dick Advocaat voltou a ter dois golos de vantagem, graças a um tento de Tekke (62m), mas o Khimki parecia não desistir e voltou a reduzidir, por Antipenko (80m). O Zenit confirmou o triunfo a três minutos do fim, com um golo de Pogrebnyak.

Danny viu de fora estes últimos dois tentos, já que foi substituído aos 73 minutos, sendo que viu também um cartão amarelo.

O Zenit passa a somar 12 pontos, menos um que o Krylya Sovetov, que foi vencer ao reduto do Dínamo de Moscovo (0-1).