554 partidas (!), 102 golos e 22 troféus conquistados. O palmarés é riquíssimo e demonstra uma regularidade notável ao longo de uma carreira dedicada a duas paixões: o Manchester United e a selecção nacional do País de Gales.

Nos red devils é figura incontornável desde a temporada de 1992/93, a primeira em que foi realmente uma primeira opção de Alex Ferguson. Presença activa e incontornável na conquista de dez campeonatos nacionais e duas Liga dos Campeões, semeou uma aura de figura eterna e unânime no mundo do futebol.

Sempre colado à ala esquerda, sempre com a bola controlada e a cabeça erguida, permanece o símbolo de um jogar exemplar também em termos comportamentais. O que lhe faltou para ser ainda maior? Talvez uma personalidade mais irreverente, como chegou a dizer Sir Alex Ferguson, e uma selecção com mais qualidade. Ryan Giggs merecia, sem dúvida, a presença na fase final de uma grande competição de selecções.

Ainda em plena actividade e muito influente no ManUtd versão 2008/09, participou na conquista da Taça da Liga frente ao Tottenham e é um dos mais utilizados por Ferguson.

Na memória ficará para sempre o golo apontado contra o Arsenal na final da Taça de Inglaterra em 1999. Confira esse e outros momentos de Ryan Giggs nos vídeos seguintes.

Títulos colectivos:

Campeonatos de Inglaterra (10): 1992/93, 1993/94, 1995/96, 1996/97, 1998/99, 1999/2000, 2000/01, 2002/03, 2006/07, 2007/08;

Taças de Inglaterra (4): 1993/94, 1995/96, 1998/99, 2003/04;

Taças da Liga Inglesa (3): 1991/92, 2005/06, 2008/09

Liga dos Campeões (2): 1998/99, 2007/08

Supertaça Europeia (1): 1991

Taça Intercontinental (1): 1999

Campeonato Mundial de Clubes (1): 2008

Um golo brilhante na final da FA Cup em 1999:

Alguns dos melhores golos da carreira de Giggs:

As duas primeiras entrevistas de Giggs na TV: