Em entrevista ao programa «Hat-trick», da TV3, Rosell contou os contornos da contratação de Neymar, que esteve com um pé no Real Madrid: «Quando chegámos a um pré-acordo com o pai de Neymar, o jogador já tinha passado nos testes médicos no Real Madrid. Até brincámos que nos poupariam os testes. Quando já estávamos a assinar o contrato, o Real Madrid estava a mandar emails ao Santos.»

O dirigente apontou que não contraria Bale, pelo preço pago pelos merengues, e explicou porquê: «Se o Real Madrid compra o Bale por cem milhões é porque pode. É uma decisão de uma empresa privada e é um problema seu. Acho que se o fizéssemos, os nossos sócios nos cairiam em cima. Mas se eles o fizeram foi porque os sócios permitiram. Nada a dizer.»

Rosell falou ainda da possibilidade de contratar no clube rival: «Não contrataríamos Casillas, porque é um símbolo do Real Madrid. Não o vejo com o escudo do Barça no peito, assim como não os vejo a contratar Xavi, Iniesta, Messi ou Piqué.»