O treinador do Santa Clara, Daniel Ramos, na conferência de imprensa após a vitória frente ao Belenenses (2-0), em jogo da 16.ª jornada da Liga:

«Não é que a equipa não tivesse intenção de continuar a ter dinâmica ofensiva, de ter bola, porque queríamos. Mas houve uma clara intenção, por culpa minha, boa, de dizer ao grupo de trabalho que tínhamos de ter uma abordagem diferente. Nos últimos jogos temos vindo a ser penalizados por querer jogar demasiado bonito.

Fomos uma equipa muito mais simples no processo de construção de jogo. O que é certo é que resultou, não sofremos nenhum golo, conseguimos vencer, não fomos tão agradáveis de ver como de costume, mas hoje era extremamente importante regressar às vitórias em casa.

Marcar primeiro no nosso campo revela-se de uma importância muito grande e depois, estando em vantagem, há duas possibilidades: se conseguimos ganhar confiança com o golo e chegar ao 2-0 tudo simplifica; por outro, 1-0 é sempre um resultado imprevisível.

A equipa trabalhou muito, muito dentro de campo. Parabéns à equipa pelo que fez. Um jogo fantástico na entrega e na entreajuda. Depois fomos muito objetivos.

Satisfeitos, mas cientes que são apenas três pontos na nossa caminhada. Agora não somos os maiores por termos duas vitórias seguidas. Temos de continuar humildes. 

Hoje a vitória tem um duplo sabor. O sabor de nós vencermos, quando ontem foi dia de centenário do clube (…). Depois também permitiu alcançar um dos nossos objetivos, que era chegar aos 20 pontos na viragem de volta.»