O treinador do Santa Clara, Daniel Ramos, em declarações na conferência de imprensa após a vitória frente ao Belenenses (2-0), em jogo da 33.ª jornada da Liga:

[Análise à partida] «Duas partes diferentes, acho que o Santa Clara entrou muito bem, a conseguir impor ritmo e velocidade. Conseguimos encontrar espaços que não são fáceis de encontrar. Conseguimos chegar ao golo e estarmos confortáveis no jogo. Mesmo depois do primeiro golo continuámos a dominar. Depois as coisas mudaram, o Belenenses podia ter empatado, o Marco [guarda-redes] conseguiu evitar isso, e depois voltámos a controlar na parte final da segunda parte. O intervalo foi importante para conseguirmos corrigir algumas coisas. A segunda parte já foi mais controlada, respondemos sempre bem às intenções do Belenenses e conseguimos o segundo golo, que praticamente arrumou com o jogo. Parece-me uma vitória muito condizente com o que se passou no jogo.

[Apuramento para as competições europeias] É possível. Não dependemos nós. Se for possível, vamos certamente lutar por isso. Quem quer, tem de ganhar jogos. Estas duas vitórias deram-nos ânimo, temos essa possibilidade. Vamos para o último jogo com uma perfeita noção de que vamos lutar até ao final pelos nossos objetivos. Igualámos o melhor registo pontual do Santa Clara, temos pelo menos o oitavo lugar assegurado, a melhor classificação de sempre. Porque não? Andámos a jogar tão bem durante o campeonato, seria fantástico conseguirmos a Europa. Vamos aguardar serenamente. Se houver essa possibilidade, vamos estar ainda mais determinados na procura dessa meta.

[Sobre Carlos Jr, que bisou na partida] O Carlos é um miúdo fantástico, muitos não o conhecem, mas sou eu que trago o Carlos para Portugal, no Rio Ave. É um jogador que merece muito o que lhe está a acontecer, trabalha muito. Está a sobressair, a valorização do plantel do Santa Clara subiu em flecha esta época. Isso é bom para o clube. É bom que isso aconteça. No final do ano, temos de dizer que valeu a pena: tudo o que sofremos, tudo o que passámos, tudo o que investimos. Somos um grande grupo. Este grupo merece festejar no final.»