«Os centrais atingem a maturidade mais tarde. É preciso ter experiência, muitos jogos nas pernas. Ao chegar aos trinta é a melhor fase», começou por dizer, em conferência de imprensa.

«Olhando para os nossos jovens vejo o Tiago Ilori e o Paulo Oliveira, entre outros, com muita qualidade para a Seleção. Estamos bem servidos. Vai haver tempo para a renovação», acrescentou.