O que esperar desta versão revista e atualizada (melhorada, quiçá?) da Laranja Mecânica? 

A Holanda eliminou a Inglaterra, reforçou a imagem positiva e é o derradeiro obstáculo de Portugal nesta primeira edição da Liga das Nações. 

Rúben Dias conhece bem o poderio da Holanda e falou sobre alguns dos seus elos mais fortes: Van Dijk e De Jong. 

«Sabemos que é uma equipa forte. Beneficia do talento do De Jong no meio-campo. A tarefa será difícil, iniciaremos hoje a análise mais pormenorizada. Faremos de tudo para parar o De Jong e a equipa», referiu o central português na conferência de imprensa realizada no Bessa.

E Virgil van Dijk? Qual a opinião de Rúben sobre o central contrário? «É um dos melhores do mundo, sem dúvida alguma. Os factos também o dizem. Enorme talento, enorme época. Ele e o colega do lado [De Ligt] têm muita qualidade.»

Contra a Inglaterra, a seleção de Ronald Koeman não jogou com um ponta-de-lança fixo. Rúben está preparado para a mobilidade de Depay e Bergwijn?

«São características das equipas. A Holanda opta pela mobilidade. Nunca será fácil, principalmente pelos oponentes que defrontamos. Temos de contrariar essa mobilidade.»