João Carvalho acredita que Portugal vai conseguir qualificar-se para o Europeu 2019, objetivo que está ao alcance mas também difícil.

«O primeiro lugar não está inatingível, mas não está fácil. Vamos pensar primeiro no primeiro jogo, conquistar os três pontos, e depois no outro para ver se é possível ou não», começou por dizer antes do primeiro treino de preparação com vista aos jogos com o Liechtenstein e frente à Bósnia-Herzegovina.

«Se calhar eramos favoritos  do grupo no início, e agora diante da Bósnia também somos vistos assim, mas isto são os sub-21 e neste escalão as equipas não são fáceis», referiu ao ser questionado se esperava que Portugal já tivesse o passaporte carimbado. «Tentámos dar o nosso melhor, mas não tivemos a sorte que pretendíamos», referiu o jogador do Nottingham Forest.

«Temos sentido dificuldades, mas sinto a equipa a melhorar e a conseguir os objetivos. Não pretendíamos estar como estamos, preferíamos já ter o apuramento garantido, mas é assim. É no fim que se colhem os frutos pretendidos e é isso que queremos», acrescentou ainda na Cidade do Futebol.

Recorde-se que Portugal ocupa o terceiro lugar do grupo com 16 pontos (oito jogos), contra 18 da Roménia (oito) e também 18 da Bósnia-Herzegovina (nove).