O defesa-central português Tiago Djaló deixou uma mensagem de união nas redes sociais, um dia depois de o selecionador Fernando Santos ter confessado que pediu descupas ao jogador, que deveria ter entrado quando Danilo pediu para ser substituído.

«Temos todos um objetivo em comum, que é maior que qualquer um de nós. Vamos Portugal», escreveu o jogador do Lille.

Fernando Santos, após o triunfo sobre a República Checa (4-0), admitiu que se atrapalhou nas substituições. «Estava para fazer a substituição do João Mário e era para sair o Rúben Neves para o poupar também um bocado em relação ao jogo. De repente o Danilo fez-me sinal que estava ali com um toquezito. Tinha-o ao pé de mim e nem me lembrei de nada. Já lhe pedi desculpa. É coisa que nunca faço. Já pedi desculpa ao Djaló porque era ele que deveria ter entrado. Tenho absoluta confiança no Djaló mas naquele momento estava ali e o que me lembrei é que vem o Palhinha para trás e tu vais para a direita. Foi o que disse ao João Mário. Até a nós próprios, às vezes, isto é tão rápido que depois acontece.»