Dois anos depois de ter estado presente no Europeu de sub-21 na República Checa, Bruno Varela volta a fazer parte do leque de opções de Rui Jorge para o Euro da mesma categoria, que se joga na Polónia de 26 a 30 de junho.

Apesar do segundo lugar alcançado na competição há dois anos, o guarda-redes do V. Setúbal recusa um acréscimo de responsabilidade da equipa das quinas. «A responsabilidade é sempre a mesma. A partir do momento em que envergamos a camisola da nossa seleção, a responsabilidade aumenta sempre. O segundo lugar de 2015 valoriza-nos muito, mas não quer dizer que meta mais responsabilidade. (…) Não é por termos chegado à final do Campeonato da Europa que somos favoritos», começou por dizer em conferência de imprensa realizada nesta quarta-feira de manhã na Cidade do Futebol.

Recorde-se que Bruno Varela foi opção principal na baliza da equipa de Rui Jorge na caminhada para este Europeu. Apesar disso, o guardião não considera partir em vantagem relativamente a Joel Pereira e Miguel Silva. «A partir do momento em que estamos aqui os três, estamos em pé de igualdade. Cada um de nós está preparado para ajudar a equipa», frisou.

Varela falou ainda sobre as seleções que estão inseridas no grupo de Portugal na fase de grupos. A Sérvia, a Espanha e a Macedónia são três equipas excelentes e recheadas de bons jogadores. Espanha? Vemo-las de forma igual. Não vamos pelo nome que cada seleção tem. Cada jogo vai ser muito complicado», perspetivou.