O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, manifestou esta quinta-feira solidariedade em relação a Cristiano Ronaldo, que é alvo de uma investigação nos Estados Unidos por alegada violação de uma mulher norte-americana.

«Em meu nome e em nome da Federação Portuguesa de Futebol expresso total solidariedade ao Cristiano Ronaldo, numa altura em que o seu bom nome e reputação estão a ser postos em causa. Acredito nas palavras que ele emitiu ontem [quarta-feira], não só porque defendo a presunção de inocência como princípio basilar de um estado de direito, mas também porque conheço o Ronaldo há muitos anos e sou testemunha do seu bom caráter», afirmou Fernando Gomes, em declarações à agência Lusa.