«Demonstra a confiança que o mister tem em mim. Sinto grande orgulho por estar aqui e esperança de estar no Mundial, é o desejo de todos os jogadores», afirmou Hilário na chegada à concentração da selecção, em Coimbra, rejeitando a ideia de que a chamada tenha a ver com a sua recente titularidade no Chelsea, face à lesão de Cech.

O guarda-redes falou depois do adversário de quarta-feira, que considera um bom teste para a Coreia do Norte: «Pode ser um jogo interessante, na medida em que vamos ter um adversário que pode praticar um estilo de jogo semelhante. É importante ganhar para marcar pontos em relação aos adversários que poderão observar-nos.»