Com a vitória sobre a Dinamarca, Portugal fica em boa posição para garantir o apuramento. Para já, a equipa portuguesa fica em segundo lugar, com situação de vantagem no confronto direto com os dinamarqueses, o primeiro critério de desempate.

As contas podem, porém, complicar-se se houver outra equipa envolvida. Indo aos cenários extremos, Portugal ainda corre o risco de ser eliminado mesmo ganhando à Holanda: era preciso que a Dinamarca ganhasse à Alemanha por 3-2, 4-3 ou 5-4, num cenário de igualdade pontual entre portugueses, dinamarqueses e alemães.

Portugal pode também ser apurado com uma derrota diante dos holandeses, desde que, no sprint final, tenha vantagem no saldo de golos com holandeses e dinamarqueses.

Para já, não há qualquer equipa apurada, uma vez que, mesmo vencendo a Holanda, a Alemanha ainda pode ser alcançada por Portugal e Dinamarca na última jornada e ficar em desvantagem num desempate a três.

No cenário inverso, a Holanda também não está eliminada perdendo, uma vez que pode ser apurada se vencer Portugal por mais de um golo e a Dinamarca perder com a Alemanha.

Cenários para as quatro seleções:

ALEMANHA: apura-se pontuando com a Dinamarca; se perder, ainda se pode apurar, caso Portugal não vença a Holanda. Se perder e Portugal ganhar, tudo se decide na diferença de golos dos jogos entre Portugal, Dinamarca e Alemanha.

PORTUGAL: apura-se se pontuar com a Holanda, desde que a Dinamarca não ganhe. Se a Dinamarca vencer por mais de um golo, Portugal apura-se vencendo, e a Alemanha é eliminada. Se a Dinamarca vencer por 1-0 ou 2-1, Portugal também passa, vencendo, e a Alemanha sai. Qualquer vitória da Dinamarca por 3-2, 4-3 ou 5-4 deixa Portugal eliminado, mesmo ganhando à Holanda. Portugal apura-se perdendo por um de diferença, desde que a Dinamarca também perca.

DINAMARCA: apura-se vencendo a Alemanha. Pode apurar-se empatando, se Portugal perder. Se perder, está eliminada.

HOLANDA: apura-se vencendo Portugal por mais de um golo, e se a Dinamarca perder com a Alemanha.