Vinte anos depois da conquista do segundo título, Portugal regressa a uma final do Mundial sub-20! De bola parada se abriu o caminho para uma vitória conservada depois com a solidez defensiva que é imagem de marca da selecção orientada por Ilídio Vale.

Danilo foi a figura maior da meia-final, com participação directa nos dois golos. O médio defensivo inaugurou o marcador logo aos nove minutos, com um cabeceamento certeiro, e aos quarenta sofreu a grande penalidade que permitiu a Nélson Oliveira fazer o segundo golo.

O primeiro tento acabou por ser decisivo na forma como condicionou a estratégia gaulesa, que passava por assumir o domínio de jogo desde cedo. Em vantagem no marcador, a equipa das quinas deu prioridade à vertente defensiva, a sua especialidade. O segundo golo acentuou esta tendência. A França sentiu sempre muitas dificuldades para servir as duas unidades mais adiantas (Sunu e Bakambu), que acabaram mesmo substituídas na segunda parte. O adversário de Portugal viu-se forçado a tentar a sorte de longe, e sem grande sucesso.

Só aos 53 minutos é que Mika viu o perigo de perto, com Griezmann a aparecer solto na área, após um remate de Fofana que ressaltou num defesa, mas a atirar ao lado. A coesão lusa deixou sempre a sensação que a baliza ia permanecer inviolável. Uma ideia comprovada a cinco minutos do fim, quando a bola andou a rondar a linha de baliza, mas de forma incrível não entrou.

Equipas oficiais:

PORTUGAL: Mika; Cédric, Nuno Reis, Roderick, Mário Rui; Danilo, Pelé, Júlio Alves, Sérgio Oliveira (Tiago Ferreira, 89m); Alex (Luis Martins, 69m) e Nélson Oliveira (Rafa, 74m)

SUPLENTES: Luis Ribeiro, Tiago Maia, Tiago Ferreira, Baldé, Caetano, Luis Martins, Serginho e Dias.

FRANÇA: Ligali; Nego, Fontaine, Koulibaly e Kolodziejczak (Lejeune, 73m); Grenier, Coquelin, Fofana, Griezmann; Sunu (Kakuta, 61m) e Bakambu (Lacazette, 53m).

SUPLENTES: Cros, Veronese, Faure, Tafer, Carole, Colin e Reale.

Golos: Danilo (9m) e Nélson Oliveira (g.p. 40m)

Disciplina: cartão amarelo para Koulibaly, Fontaine, Lejeune, Júlio Alves, Nego, Sérgio Oliveira e Mika.