«Se o Chivu não tivesse jogado com a Fiorentina, podia ter jogado 45 ou 60 minutos pela selecção. Mourinho insistiu para ele jogar. Agora o Chivu está arrependido», disse Victor Piturca, citado pelo «Prosport».

É este jornal romeno que avança com a informação de que o esquerdino já fez uma ressonância magnética, que confirma a lesão, cujo tempo de paragem previsto é um mês. A confirmar-se, Chivu falha os próximos jogo da Roménia na fase de apuramento para o Mundial 2010, frente à Sérvia e à Áustria.