Siga o jogo AO VIVO

Em futebol tudo é possível e o Sporting até poderá vencer no Dragão. Mas ninguém poderá contornar o óbvio: a equipa espalhou-se ao comprido na quarta-feira e as marcas da abrupta queda não desaparecem assim tão facilmente. Como vai Paulo Bento dar a volta à cabeça dos seus atletas? Não é, seguramente, com momentos como o que envolveu este sábado o quadro clínico de Miguel Veloso.

O F.C. Porto, que tantas e tantas vezes tem sofrido para bater o Sporting nos últimos anos (seis triunfos dos leões nos últimos dez jogos oficiais), parte claramente favorito. A impressão parece pacífica. Felizmente, há um jogo de 90 minutos para contrariar (ou então não) este lançar de dados.

Como parar três selvagens do golo?

Se o critério de análise for a história, a seta do favoritismo aponta uma vez mais para os dragões. Em 90 jogos realizados em sua casa com o Sporting, o F.C. Porto venceu 46, empatou 25 e perdeu 19. Mas o passado recente dos tricampeões nacionais no Estádio do Dragão não é famoso: duas vitórias, três empates e visíveis dificuldades na hora de finalizar.

Esta equipa do F.C. Porto torna-se especialmente selvagem e venenosa quando os três homens da frente têm espaço. Hulk, Lisandro e Rodríguez são, antes de mais, exploradores indomáveis de parcelas generosas de terreno. Velocistas poderosos, tecnicamente evoluídos, mas com mais dificuldades se obrigados a jogar de costas para o adversário.

Esse será um dos pontos a explorar por este Sporting animicamente debilitado. Obrigar o F.C. Porto a jogar em ataque contínuo, sem grande margem para contra-ataques. É nessa situação de jogo, com transições rápidas e eficazes, que a formação de Jesualdo Ferreira se destaca.

Adaptação à direita e meia equipa nova

O maior problema na organização da estrutura azul e branca prende-se com a posição de lateral direito. Fucile e Sapunaru não jogam por lesão e Jesualdo vai ter de recorrer a uma adaptação. Tomás Costa parece a escolha óbvia, mas Pedro Emanuel, Fernando ou até Mariano não são nomes a descartar.

Do lado leonino, é bem provável que Paulo Bento agite e volte a dar. Muitas cabeças vão rolar e é mesmo possível que metade da equipa seja nova. Para conferir a partir das 20h30 no Estádio do Dragão.

Equipas prováveis:

F.C. PORTO: Helton; Tomás Costa, Bruno Alves, Rolando e Cissokho; Fernando, Lucho Gonzalez e Raul Meireles; Lisandro Lopez, Hulk e Cristian Rodríguez.

Outros convocados: Nuno, Pedro Emanuel, Stepanov, Andrés Madrid, Mariano Gonzalez, Tarik Sektioui e Ernesto Farías.

SPORTING: Tiago; Abel, Anderson Polga, Daniel Carriço e Grimi; Rochemback, João Moutinho, Izmailov e Romagnoli; Derlei e Liedson.

Outros convocados: Ricardo Batista, Pedro Silva, Ronny, Caneira, Tonel, Adrien, Pereirinha,

Yannick Djaló e Rodrigo Tiuí.