Pedro Mendes: «Um jogador motivado nem pensa no cansaço»

«A onda à volta da Selecção Nacional já começa a sentir-se e começa a sentir-se também que está crescer. Estamos a conseguir trazer os adeptos para o nosso lado, depois da grande ponta final da fase de qualificação que fizemos. Isso é muito importante», adiantou o extremo do At. Madrid.

«Mas ainda falta muito tempo. Vamos defrontar a Coreia do Norte no segundo jogo do grupo e temos de nos preocupar com isso. A China é um bom adversário, esperamos estar em campo ao nosso melhor nível, para pouco a pouco irmos preparando a nossa prestação no Campeonato do Mundo», adiantou.

«Queremos jogar com alegria e ambição»

A intenção de Simão é preparar bem a fase final. «Queremos estar tranquilos no Mundial, sem nos deixarmos afectar pela ansiedade. Neste jogo, queremos manter a boa linha exibicional. Depois das dificuldades que tivemos na qualificação, queremos fazer mais e melhor no Mundial.»

Fazer melhor até que no Mundial 2006, na Alemanha. «O grupo de trabalho na Alemaha era diferente. Este tem jogadores mais jovens, com muita ambição, que jogam em grandes clubes. Estes jogadores têm a mesma ambição e os mesmos objectivos que o grupo anterior. Queremos chegar ao mais longe possível», garantiu.

«Temos tudo para chegar longe, mas também sabemos que jogar com o Brasil e a Costa do Marfim é diferente de jogar com o México ou Angola. O que queremos é passar a fase de grupos e depois pensar jogo a jogo. Temos de jogar com alegria, ter a ambição de chegar o mais longe possível e acreditar que tudo pode acontecer.»

Clique na foto para ver o vídeo de Simão: