«Vai ser uma AG muito importante para o clube, porque vai decidir-se aquilo que todos os sportinguistas querem e que muitos têm exigido: que o Sporting tem de ser devolvido aos sócios. Não sei o que essa frase quer dizer exactamente, mas sei que a única forma que os sportinguistas têm de participar de forma activa e viva na vida do Sporting é votando. O que vamos decidir na próxima Assembleia Geral é fazer com que uma decisão tão importante para o Sporting, como é a reestruturação financeira, seja votada pelo maior número de sportinguistas», defendeu o dirigente.

No plano desportivo, Soares Franco mostrou-se «obviamente feliz» com a vitória em Matosinhos. «Se temos a ambição de ser campeões, a caminhada tem de ser a de vencer todos os jogos que temos pela frente, Como todos sabem, não dependemos só de nós. Conseguimos um bom resultado, tivemos muita atitude dentro de campo, tivemos o jogo controlado e foi uma belíssima vitória. Estamos a lutar para ser campeões», garantiu.

Sobre as queixas do Leixões de uma grande penalidade não assinalada a seu favor e cometida por Abel, o presidente disse fazer a mesma leitura da jogada que fez do lance da final da Taça da Liga, frente ao Benfica, onde foi marcado um castigo máximo contra os leões. «Se alguém conseguir vislumbrar ali um penalty que o mostre», considerou.