«Nos últimos cinco jogos vamos jogar com adversários com objectivos diferentes, mas com graus de dificuldade enormes. Amanhã vamos sentir dificuldades, porque o Trofense precisa de pontos para não cair, mas o Braga também para consolidar os quarto ou quinto lugares», começou por dizer Jorge Jesus.

Sexto lugar: Paços na final «não preocupa»

O técnico dos minhotos defende uma «estratégia» assente na «qualidade colectiva e individual» para conseguir ultrapassar os próximos obstáculos e atingir os objectivos delineados no início da temporada. O facto da presença do Paços de Ferreira na final da Taça «inutilizar» o sexto posto no que às competições europeias diz respeito não altera a disposição de Jesus.

«Para o Nacional e para o Braga isso não muda nada, porque são as equipas que disputam os quarto e quinto lugares, só tem influência para o Leixões e Marítimo. Para eles passa a ser mais difícil», completou o treinador.

Quanto à partida com a turma da Trofa, Jesus garantiu estar «habituado a jogar, fora e em casa, com adversários com um bloco muito baixo» e diz que «até gostamos desse tipo de jogo, porque a nossa melhor qualidade é o ataque posicional e vamos encontrar caminhos e espaços para fazer golos», previu.

A finalizar, o treinador bracarense pediu às pessoas recordarem a origem «dos vários jogadores do Braga que agora são cobiçados» e prometeu um ano em cheio para 2009/2010. «Para o ano, não tenho dúvidas, a equipa vai ser muito mais forte», garantiu Jesus.

O Sp.Braga recebe o Trofense às 20h30 desta sexta-feira.