Domingos, treinador do Sp. Braga, em declarações à RTP no final da vitória desta terça-feira, em Sevilha, que garantiu a passagem à fase de grupos da Liga dos Campeões:

[A que se deve esta vitória?]

«Acima de tudo a uma atitude de uma equipa competitiva e sabedora do que queria provocar no jogo. Eliminou espaços naquilo que o Sevilha é melhor, a amplitude e o jogo interior dos avançados. A partir do momento em que se ganha a bola conseguem-se movimentos rápidos e foi isso que o Braga fez. Tinha dito que somos equipa para criar três ou quatro situações com o guarda-redes à frente e a prova está aí.»

[Sentiu que a eliminatória podia estar em perigo?]

«Sofremos, sofremos... Num momento de desconcentração e com o amarelo do Elderson, começámos a perder um bocadinho a superioridade nos corredores e quando assim era o Sevilha estava mais perigoso. Mas a equipa estava confiante e os passes começaram a sair depois com amplitude.»

[Acertou em cheio com o Lima...]

«O treinador tem destas coisas, às vezes acerta, outras não. Precisava de mais um homem na frente, o Lima entrou bem no jogo e acabou por ser feliz para ele e para nós. Mas isto é o concretizar de metade de um sonho, o sonho não acaba aqui...»