Viajando em dois autocarros, os ultras da Frente Atlético chegaram ao recinto leonino e saíram em bloco dos veículos, iniciando-se o arremesso de pedras entre espanhóis e os adeptos do Sporting presentes no local.

Os autocarros estacionaram a escassos metros da «casinha» da Juve Leo, gerando uma situação preocupante. O caos arrastou-se durante largos minutos, até surgir uma intervenção policial condizente com a situação.

Os adeptos do Sporting estavam em minoria e vários transeuntes viram-se envolvidos na confusão, à entrada para o Alvaláxia. Um quarto-de-hora depois, a polícia conseguiu confinar os ultras do At. Madrid nos seus autocarros.

O departamento de Relações Públicas do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP confirmou à agência Lusa que «houve um pequeno confronto, do qual não resultaram feridos nem detenções».