Assim, o Sporting fez 13 remates, contra 14 do Bayern de Munique, por exemplo. Os leões ficaram em branco, enquanto os alemães, conhecidos pela eficácia bem acima da média, marcaram cinco golos no Estádio de Alvalade. Tiago, apesar do constante balanceamento das suas redes, fez apenas duas ao longo dos penosos noventa minutos.

Naquela série de ensaios, o Sporting acertou apenas uma vez na baliza germânica. De resto, os homens de Paulo Bento atiraram por quatro vezes contra adversários, com os restantes oito remates a levarem a bola directamente para fora.

A sensação de equilíbrio arrasta-se para outros parâmetros de jogo. O Sporting teve 50 por cento no capítulo da posse de bola, cinco cantos contra seis do Bayern, 19 faltas cometidas contra 21 do adversário, enfim, valores bastante próximos.

Ribery foi designado como homem de jogo, mas Liedson reclama algum protagonismo do lado do Sporting. O avançado brasileiro fez quatro remates, todos para fora, sendo ainda o elemento leonino com mais faltas cometidas (4), procurando suster desde logo as investidas do Bayern.