Na passada sexta-feira os sócios do Sporting rejeitaram a proposta para que a reestruturação financeira fosse votada em referendo, e não numa reunião com os moldes normais. Eram necessários dois terços dos votos, mas a proposta foi reprovada por uma margem escassa (72,5 por cento).

As eleições do Sporting ainda não têm dada. A marcação está dependente do calendário da equipa profissional de futebol. O escrutínio tem de ser realizado entre 1 de Maio e 15 de Junho.