Neto, jogador do Sporting, lamenta a divulgação de áudios de Bruno Fernandes, nos quais o capitão do leonino deixa críticas a colegas de equipa, mas considera que se trata de uma reação normal após uma derrota.

«É algo privado. Qualquer jogador, no final de um jogo, e depois de uma derrota…se me metessem uma escuta em casa eu diria pior. A mim interessa-me aquilo que ele diz no balneário. Tudo o resto, a situação de uma eventual saída, aquilo no balneário no Bessa…prefiro ouvir o que ele diz aqui. A responsabilidade de jogar no Sporting, a exigência para que toda a gente tenha medo de jogar em Alvalade...O resto é privado, nem devia ter vindo a publico», respondeu o central.

Relativamente à influência de Bruno Fernandes em campo, Neto assumiu que o capitão «é um jogador importantíssimo», mas assume que a equipa precisa de evitar uma certa dependência.

«Temos vários jogadores para o ajudar, e isso são variantes que iremos trabalhar. A influência do Bruno não é só dentro de campo, é também fora, e isso também vem da parte técnica, que tem de ser trabalhada pelo mister, para podermos ter diferentes soluções para surpreender e criar dificuldades. Caso contrário pode acontecer o que tem acontecido, que é tentarem bloquear o Bruno ao máximo, e ficarmos limitados», acrescentou.