«Foi chegar, dormir e hoje sairmos para Arouca. O tempo que tivemos foi para recuperar algumas horas de sono», começou por dizer o técnico leonino, referindo-se depois ao adversário.

«O jogo em si vai ser difícil, porque é uma equipa que à nona jornada ainda só perdeu um jogo - com o FC Porto, vem de cinco jogos sem perder, é uma das equipas com menos golos sofridos até ao momento. Vai ser um jogo muito competitivo e duro. O Sporting tem de estar no seu máximo técnico, tático e competitivo para poder vencer. É isso que queremos. Queremos continuar a defender a nossa primeira posição e o objetivo, que é o campeonato nacional», reforçou.

Jesus sublinhou ainda que a derrota na Albânia frente ao Skenderbeu já lá vai, e o foco dos leões está no encontro com os arouquenses.

«Esse jogo já passou, faz parte de uma prova importante, mas de outros objetivos. Amanhã o jogo faz parte do objetivo principal. Foi uma noite má e sabemos que isso pode acontecer em futebol, independentemente de ter jogado quem jogou»

O Arouca vai receber os leões na sua casa e não em Aveiro, contrariamente ao que aconteceu aquando do jogo com o Benfica. Jesus preferiu desvalorizar esse facto, lembrando antes que o Benfica era à mesma favorito nessa partida.

«São decisões que o Arouca tomou. O Arouca ganhou ao Benfica em Aveiro e isso é um sinal para estarmos atentos»