Veja como foi o jogo Ao Minuto

Logo nos primeiros minutos de jogo foi notório que ainda não há entrosamento os jogadores portugueses. Aos três minutos, um atraso de Ricardo Ferreira obrigou João Pinho a correr para a bola antes que um jogador ucraniano intercetasse o passe. Desde então, a pressão da Ucrânia não abrandou e valeram algumas boas defesas do guarda-redes da Oliveirense para evitar o golo.

O perigo para as redes portuguesas teve muitas vezes o nome Oleksandr Karavayev. O número 4 da Ucrânia fez um excelente remate aos 17 minutos, para uma boa defesa de João Pinho. Mas 7 minutos depois, após centro da direita, um jogador ucraniano remata ao poste e, na recarga, Noyok marca o único golo da partida.

Aos 37 minutos, a Ucrânia esteve muito perto do segundo golo. Passe para Borys Taschy, que estava à frente da baliza de Portugal, mas o jogador ucraniano, numa perdida incrível, não conseguiu chegar à bola.

Portugal reagiu bem ao golo. Atacou mais, teve mais lances de perigo, sobretudo pelo corredor direito, por intermédio de Tiago Rodrigues e Sérgio oliveira, mas a baliza ucraniana estava bem guardada com Shevchenko a negar o golo à equipa portuguesa.

Na segunda parte, as substituições, sobretudo a entrada de Aldair e Josué, deram mais dinamismo ao ataque, ainda assim, a Ucrânia continuou a ser mais equipa e a criar mais oportunidades de golo.

Aos 63 minutos, perante um remate fortíssimo de Noiok, só a defesa instintiva de João Pinho evitou o 0-2.

Aos 89 minutos, Josué podia ter feito o empate. Uma cabeçada do jogador português após cruzamento da esquerda, mas a bola a embater no poste.

A derrota acabou por ser justa para Portugal e podia até ter sido mais pesada. Rui Jorge tem ainda muito trabalho a fazer nesta seleção para construir um equipa vencedora.