«A Albânia entrou bastante forte, tal como nós. Fizemos um bom ritmo de jogo, eles acompanharam. Sabíamos que na segunda parte, continuando o mesmo ritmo, os golos iam surgir e foi o que aconteceu».