O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, antecipou um «grande espetáculo» no jogo entre FC Porto e Vitória de Guimarães, na Supertaça, cuja imagem foi completamente reformulada.
Fernando Gomes lembrou que a Supertaça Cândido de Oliveira, designação em memória do antigo futebolista internacional português, treinador e jornalista fundador do diário desportivo A Bola, «não é apenas mais um jogo de pré-temporada», mas «a última provação de quem conquista o campeonato e a Taça de Portugal».
«É o jogo dos jogos. Aproveito para desejar que esta edição da Supertaça Cândido de Oliveira, disputada pela quinta vez consecutiva na acolhedora cidade de Aveiro, a Veneza portuguesa, seja um grande espetáculo proporcionado por dois grandes clubes nacionais, o FC Porto e o Vitória Sport Clube, e que seja digna da memória do grande homem que lhe dá o nome», disse.
O novo troféu da Supertaça, assinado pela Vista Alegre, constitui-se por uma peça única e de grande complexidade, na qual foram utilizados, entre outros materiais, 15 quilos de cristal.
O diretor desportivo do Vitória de Guimarães, Flávio Meireles, quer levar para o jogo da Supertaça, sábado, em Aveiro, «o mesmo espírito« que a equipa minhota levou para a final da Taça de Portugal da época passada, na qual esteve a perder por 1-0 frente ao Benfica e acabou por se impor por 2-1.
«O Vitória está a começar uma nova fase. A época passada foi difícil e de muito sacrifício, que acabou em beleza. Portanto, queremos começar esta nova época com um título e tudo faremos para o conseguir», assinalou Flávio Meireles, representante do clube de Guimarães na cerimónia.
Por seu lado, o presidente da casa do FC Porto em Lisboa acredita que o campeão nacional tem «uma equipa com valor» e por isso manifestou-se «absolutamente tranquilo de que o FC Porto vai fazer uma época ótima», começando já com o triunfo na Supertaça, da qual é recordista de vitórias.
«(O objetivo do FC Porto é) sempre lutar pela vitória, mas com fair-play pelo adversário, que é valoroso. O FC Porto está na final por mérito próprio, é o campeão nacional, mas também sabemos que o Vitória de Guimarães também está na luta por este título, porque venceu a Taça de Portugal, e também contra um adversário valoroso», lembrou Álvaro Monteiro.