*com SÉRGIO PEREIRA

Chega a paragem para as seleções e começam os clubes a fazer contas. Às milhas que os jogadores têm de fazer, sobretudo quem muda de continente, mas também aos dias que estarão afastados da realidade local. Quando o jogo que se segue é um dérbi histórico, então, a tensão aumenta.

É este o caso. Por capricho do sorteio, o Sporting vai receber o Benfica na 4ª eliminatória da Taça de Portugal. O encontro, o terceiro entre os dois emblemas esta época, está marcado para dia 21 de novembro, um sábado, pelas 20 horas.

Depois de um jogo em terreno neutro, na Supertaça, e uma visita à Luz, desta feita é o Sporting que joga em casa. O clima recente entre os dois emblemas é de crispação, o que só traz uma importância acrescida a algo que já costuma ser problemático por si só: as viagens.

O Benfica tem dez jogadores ao serviço das seleções, mais um do que o Sporting (na prática também são dez mas Carrillo não conta). No entanto, e olhando mais ao pormenor, percebe-se que o Sporting tem seis habituais titulares (Rui Patrício, William, João Mário, Ruiz, Téo e Slimani) na seleções, enquanto o Benfica só tem cinco (Eliseu, Gonçalo Guedes, Samaris, Gaitán e Raul Jimenez). 

Nos casos mais problemáticos, contudo, há empate. Embora com asterisco, por assim dizer. É verdade que as viagens mais longas ficam para Bryan Ruiz e Teo Gutierrez, do lado do Sporting, e Nico Gaitán e Raul Jiménez, do lado do Benfica. Quatro apostas fortes para os onzes do jogo de Alvalade que não estarão em Portugal antes do dia 18, isto é, a três dias do jogo da Taça.

Mas o Sporting tem ainda Islam Slimani numa viagem transcontinental. O goleador  leonino enfrenta a Tanzânia, em Argel, também na terça-feira. A viagem de regresso é mais curta mas tem sido habitual que não treine no dia seguinte ao regresso da seleção, pelo que também poderá só estar à disposição de Jesus na quinta-feira. Um dado a acompanhar. 

O caso mais bicudo, porém, é o de Ruiz. A chegada só deve mesmo acontecer no dia 19. É que a Costa Rica enfrenta o Panamá já na madrugada de dia 18 em Portugal (1h30), pelo que o avançado será o último jogador em campo entre os que têm utilização prevista para o duelo do dia 21.

O outro seria Carrillo (Brasil-Peru já a 18 de novembro), mas o avançado, como se disse, é carta fora do baralho.

Teo Gutierrez e Nico Gaitán vão enfrentar-se pelas respetivas seleções, na Colômbia, às 20h30 portuguesas do dia 17, terça-feira. Raul Jimenez joga nas Honduras às 22 horas do mesmo dia.

Sub-21 jogam em Israel, gregos do Benfica na Turquia

Restam, depois, os internacionais europeus. No caso do Sporting, apenas pelas seleções de Portugal. Rui Patrício, William Carvalho e João Mário (todos potenciais titulares) estão às ordens de Fernando Santos para os compromissos com Rússia e Luxemburgo, ambos fora de portas.

Nos sub-21 há outro trio, formado por Gelson Martins, Carlos Mané e Tobias Figueiredo. Saliente-se que o segundo de dois jogos do grupo de Rui Jorge é em Israel, também na terça-feira, dia 17, pelo que a viagem, neste caso, também seja um fator a ter em conta. Contudo, ao contrário do que aconteça nos internacionais pela seleção A, neste caso, salvo uma surpresa, não se prevê a titularidade de nenhum.

Por seu turno, o Benfica tem Eliseu e Gonçalo Guedes na seleção A e apenas Nuno Santos nos sub-21.

Porém, há a registar a presença de Renato Sanches nos sub-19. Ele que tem vindo a integrar as escolhas de Rui Vitória e que poderá voltar a merecer a confiança na Taça de Portugal. Há a considerar, contudo, que, ao contrário dos restantes internacionais, os sub-19 fazem três jogos neste período, mas todos em solo português.

Por fim, os encarnados cederam dois jogadores à seleção da Grécia, a dupla Samaris e Mitroglou. O segundo encontro dos gregos, que estão afastados do Euro 2016 e disputam, tal como Portugal, apenas jogos particulares, disputa-se na Turquia, também na terça-feira, 17 de novembro.

A epopeia de James Rodríguez em 2012

Nisto das grandes viagens antes de um jogo grande, há um caso não muito antigo que pode servir de exemplo. Na Liga 2011/12, o FC Porto visitava o Benfica a 2 de março e James Rodríguez, uma das estrelas portistas na altura, tinha de representar a Colômbia num particular nos Estados Unidos e só regressava a solo português no dia do jogo.

Chegou a vir a público que o jogador não seria utilizado, mas, na antevisão, Vítor Pereira, treinador portista, garantiu logo que o colombiano chegaria a tempo, sem assegurar a sua presença no onze.

E a verdade é que James começou esse jogo no banco mas de lá saiu quando o FC Porto perdia 2-1 para fazer o empate e cobrar o livre para o polémico golo de Maicon que valeu a vitória portista no jogo.

Tempos mais tarde, James contou a história ao Porto Canal: «Foi um daqueles dias que não acontece a ninguém e por isso foi especial. Fiz a viagem, cheguei e quase segui diretamente para o jogo. Entrar, marcar e ganhar foi lindo.»

O, agora, jogador do Real Madrid, chegou ao início da manhã a Portugal, juntou-se à equipa cerca das 9 horas e passou o dia a dormir para recuperar da viagem, antes de acordar, seguir para jogo e ajudar a decidi-lo.

Um caso que serve de alerta: o desgaste dos compromissos internacionais pode ser transformado em combustível para a busca pela vitória.

James veio do avião para decidir o jogo da Luz

INTERNACIONAIS DO SPORTING

 

Seleção Portugal

Rui Patrício, William Carvalho e João Mário

Jogam sábado, dia 14, na Rússia e terça-feira, dia 17, no Luxemburgo

 

Seleção sub-21 Portugal

Tobias Figueiredo, Carlos Mané e Gelson Martins

Jogam sexta-feira, dia 12,em casa com a Albânia e terça-feira, dia 17, em Israel

 

Seleção Argélia

Slimani

Joga sábado, dia 14, na Tanzânia e terça-feira, dia 17, em casa com a Etiópia

 

Seleção Colômbia

Téo Gutierrez

Joga quinta-feira, dia 12, no Chile e terça-feira, dia 17, em casa com a Argentina, num jogo que acaba na madrugada de quarta-feira, dia 18 (horário de Portugal)

 

Seleção Costa Rica

Bryan Ruiz

Joga na madrugada de sábado, dia 14, em casa com o Haiti e na madrugada de quarta-feira, dia 18, no Panamá (horário de Portugal)

 

INTERNACIONAIS DO BENFICA

 

Seleção Portugal

Eliseu e Gonçalo Guedes

Jogam sábado, dia 14, na Rússia e terça-feira, dia 17, no Luxemburgo

 

Seleção sub-21 Portugal

Nuno Santos

Joga sexta-feira, dia 12,em casa com a Albânia e terça-feira, dia 17, em Israel

Seleção sub-19 Portugal

Renato Sanches

Jogou esta terça-feira, dia 10, em casa com a Moldávia, joga na quinta-feira, dia 12, na Lituânia e joga no domingo, dia 15, em casa com a Grécia

 

Seleção Grégia

Samaris e Mitroglou

Joga na sexta-feira, dia 13, no Luxemburgo e na terça-feira, dia 17, na Turquia

 

Seleção Argentina

Gaitán

Joga na sexta-feira, dia 13, com o Brasil e terça-feira, dia 17, na Colômbia, num jogo que acaba na madrugada de quarta-feira, dia 18 (horário de Portugal)

 

Seleção México

Raul Jimenez

Joga na madrugada de sábado, dia 14, em casa com El Salvador e na terça-feira, dia 17 e nas Honduras na terça-feira, dia 17, num jogo que acaba na madrugada de quarta-feira, dia 18 (horário de Portugal)

 

Seleção Olímpica do Brasil

Ederson

Joga na quarta-feira, dia 11, em casa com os Estados Unidos e no domingo, dia 15, em casa outra vez e novamente com os Estados Unidos

 

Seleção sub-21 Suécia

Victor Lindelof

Joga na terça-feira, dia 17, na Geórgia