O triunfo foi estabelecido por dois jogadores que já actuaram no F.C. Porto: Diego e Hugo Almeida. O brasileiro marcou dois golos, o avançado português fez o terceiro. A vitória começou a ser construída ainda na primeira parte, aos 33 minutos, quando Diego recebeu um passe Boesnich, fez uma diagonal e rematou forte, cruzado, para golo.

Um bom golo do médio, que fez o resultado ao intervalo. O Werder Bremen vencia e com justiça, depois de ter sido a melhor equipa na primeira parte: segura na defesa e expedita no ataque. Na segunda parte, e em apenas dois minutos, marcou dois golos que garantiram uma vantagem importante para o jogo da segunda-mão em Udine.

O mesmo Diego fez o segundo golo, aos 67 minutos, outra vez num remate bem colocado após iniciativa individual. Dois minutos depois, foi a vez de Hugo Almeida marcar. O português recebeu uma bola no limite do fora-de-jogo, sobre a esquerda, e já dentro da grande-área disparou forte para o terceiro golo do Werder Bremen.

Logo a seguir, o português foi substituído por Hunt: aos 71 minutos. Já sem Hugo Almeida em campo, a Udinese marcou o golo que lhe alimenta algumas esperanças. Quagliarella, aos 87 minutos, recebeu uma bola de Floro Flores e fez o tento italiano. O Werder Bremen parte, porém, para a segunda-mão com boas expectativas.