O sorteio já estava definido desde Dezembro. Os bracarenses sabiam que teriam de defrontar o vencedor da eliminatória que opunha o Wolfsburgo, de Ricardo Costa, e o Paris Saint-Germain. Os franceses levaram a melhor sobre os alemães.