Danny foi utilizado a tempo inteiro, numa exibição do Zenit que parecia estar a produzir os efeitos desejados. Contudo, na recta final, a Udinese apertou o cerco à baliza de Malafeev e logrou marcar em dose dupla.

Fabio Quagliarella desfez o nulo a passe de Simone Pepe, para gáudio dos adeptos locais. O resultado ainda soava a razoável para os homens do Zenit, mas houve tempo para novo golo em Udine. Shirokov foi punido por falta sobre Odobo na área e Di Natale garantiu uma vantagem importante para a formação transalpina.