Bruno Lage, treinador do Benfica, em declarações na flash interview da RTP3, após a vitória por 2-1 frente ao Rio Ave que deixa a equipa nas meias-finais da Taça da Liga:

«O mais importante era vencer e fazer um bom jogo. Foi um grande jogo de futebol entre duas boas equipas. Sabíamos das equipas que íamos encontrar, pela competência da equipa técnica adversária e pela qualidade dos jogadores. Entrámos no jogo a perder com o livre. A equipa soube reagir e criou muitas oportunidades. Mesmo na primeira parte, sair a perder pelo que foi o nosso jogo ofensivo... devia ficado 2-2. O Rio Ave criou duas ou três situações de perigo. A segunda parte foi praticamente nossa. À medida que fomos alterando, sentimos que o jogo estava a pedir estas alterações. Fico satisfeito pela resposta, pelo Seferovic ter entrado e ter feito dois golos. É para perceberem que temos um grande jogador. O Vinícius é um grande jogador e o Seferovic também. Temos de dar carinho aos nossos avançados, porque são eles que com um simples toque concretizam o trabalho da equipa.»

[Utilização de dois avançados em simultâneo]:

«Foi algo que temos trabalhado. Não é novidade que temos jogado com dois pontas de lança. Não gostei em termos de posicionamento no jogo contra o Aves.  Passámos muuto tempo a analisar, os jogadores viram o que pretendemos. Hoje tivemos mais vezes no posicionamento correcto quando alterámos. Feliz por eles terem percebido que é na análise que está o crescimento. Quero reforçar o que fazemos de bem e trabalhar em cima do que correu menos bem. Ofensivamente estamos no bom caminho, defensivamente devemos continuar a trabalhar para sermos mais fortes.»

[Dérbi]: «Agora é recuperar para estarmos preparados. Acho que fui mal interpretado. Não foi uma crítica. A minha intenção foi fazer uma reflexão. O calendário é o que é e não arranjamos desculpas. Estranhei que de dez ou 12 minutos de conferência, o assunto ter sido esse. Não é um lamento, é uma constatação. É um reflexão do que pretendemos. Tanto nós como o FC Porto estamos na mesma situação.»

[Gabriel vai jogar sexta-feira]: «Estão todos disponíveis. Vou escolher melhor onze e definir a melhor estratégia.»